Cursos Online – A saída do momento

Ano passado comecei a trabalhar como auxiliar administrativo no setor de Qualidade. Eu não tinha experiência alguma no ramo mas agarrei a oportunidade com unhas e dentes e o resultado disso tudo foi a paixão que nasceu por esse setor que até então era algo totalmente estranho pra mim.

Sempre em busca de aprimorar meus conhecimentos, porem com pouco tempo disponível para fazer um curso presencial, procurei uma solução na internet.

O que me fez escolher por um curso online foram as vantagens, entre elas:

Certificação curso com certificado
Você receba o seu certificado em casa, pelos correios, sem custo. Você pode também imprimir uma cópia no site gratuitamente.
Flexibilidade flexibilidade
Você faz seu curso online no seu tempo disponível. Basta conectar-se ao site com qualquer computador.
Dúvidas On-Line duvidas do curso
As dúvidas que surgem durante os cursos online são resolvidas diretamente com os professores.
Sem Mensalidades cursos sem mensalidades
Você paga uma única vez e faz o curso online completo no prazo em que preferir, sem taxas adicionais ou mensalidades.

Fiz o curso nos tempos disponíveis que tinha e em pouco tempo conclui, recebi o certificado em casa, devidamente em papel timbrado, assinado, bonitinho. Alem disso posso consultar o certificado online.

Quis compartilhar porque realmente vale a pena e porque sei que temos muitas opções de sites oferecendo cursos online. Em meio a tantas opções ficamos perdidos e as vezes até desistimos, com medo de pagar por um curso e não receber em troca o tão desejado certificado.

Clique aqui e acesse o site 24 horas: http://www.cursos24horas.com.br?id=Marisiaa

 

Anúncios

Fibro o que?

Dói. E como dói. Ontem, hoje, amanhã. Dói sempre. Às vezes mais, às vezes menos. Mas parar de doer é raro. Dor nos ombros, nos braços, nas costas, nas pernas, na cabeça, nos pés. O corpo todo reclama. A ponto de, em momentos de crise, um toque delicado como o de uma flor incomodar. Abraços e carinhos muito desejados também machucam quando a sensibilidade ultrapassa os níveis de normalidade e bate asas, voando longe do controle. Ninguém nunca planeja sua história pensando em vivê-la com dor. Na verdade, a dor é sempre uma intrusa na vida de qualquer pessoa. Ela aparece, irrita, apavora, faz com que se procure ajuda, é tratada e acaba, vai embora…porém, para portadores da fibromialgia a dor aparece, irrita, apavora, faz com que se procure ajuda, é tratada, (algumas vezes) melhora, e fica, e aumenta e faz com que se procure socorro, e fica, fica, fica. Simplesmente fica!  Ter Fibromialgia significa que muitas coisas mudam e que a maior parte delas resultem imperceptíveis para os demais.

 

Pra mim esse mundo é novo e até mesmo um pouco desesperador, mas me sinto aliviada por saber que agora todas as minhas queixas, dores e falta de ar tem nome. Tenho lindo muito a respeito e o que mais me assusta não é a doença em si mas a reação das pessoas com os portadores. Entenda, POR FAVOR, que a Fibromialgia é variável e nunca visível; e que possivelmente (para mim é muito comum), um dia eu possa fazer um grande passeio e no dia seguinte querer ficar o dia todo na cama. Mas não pense e nem entenda com isso que SOU UMA INVÁLIDA, ou uma PREGUIÇOSA,  PORQUE ME DESTRÓI O MORAL. Outra afirmação que me fere muito é quando você me diz: “O que precisa fazer é esforçar-se mais consigo mesma”… Evidentemente a Fibromialgia está relacionada diretamente com os músculos e, posto que estes não se reparem da mesma maneira que os seus, prejudica mais que beneficia e pode acontecer que uma atividade simples exija dias e semanas de recuperação. Assim sendo, a Fibromialgia pode causar uma depressão secundária. (Você não se deprimiria tendo que sentir dores e ficar exausta durante anos sem término?) MEU MAL NÃO TEM CURA!!! Ainda que tão pouco me deixará debilitada, nem eu permitirei que isso aconteça enquanto eu tenha vida e forças. É assim que eu me sinto, porque ainda que minha doença não seja causada pela depressão, saiba que as duas estão unidas.  A Fibromialgia não esquece. A dor é forte mas certamente você que acredita que me conhece muito bem, em muitas ocasiões, nem perceberá , porque eu me propus a não ser vítima.

….

 

 

 

 

Papo de Mari

Adoro escrever, expor idéias e opiniões. Escrever pra mim é uma forma de desabafar, de me expressar. É colocar no papel tudo aquilo que não consigo fazer sair da minha boca. Por isso nasceu o Papo de Mari. Não quero escrever somente sobre aquilo que me agrada (cozinhar, maquiagem, moda, perfume, fotografia), quero escrever sobre meu marido, minha filha, minha família, meu trabalho, a reforma da nossa casa, quero escrever sobre os erros que cometi, sobre momentos que vivenciei, pessoas que conheci…enfim, puro papo de Mari.