Papo de Mari Nr 01

Essa semana eu simplesmente me embebedei de saudade e ao mesmo tempo recomecei minha vida profissional.

Durante muito tempo minha vida se resumira em dor, apenas dor. Ficava procurando respostas para perguntas que eu mesma criei. Eu não vivia, eu apenas sobrevivia, quando tudo o que fazia era ver o tempo passar. E hoje? hoje eu percebi que sou feliz, que não tem porque eu não ser feliz. Sim, eu tenho meus dias de tristeza e desespero, eu tenho daqueles dias que a saudade da família me afoga, me derruba. Mas eu sou feliz. Hoje eu acredito que as coisas só começam a fluir quando nos preparamos e nos abrimos para isso.

Anúncios

Um comentário sobre “Papo de Mari Nr 01

  1. Com certeza, amiga. Ser feliz depende única e exclusivamente de nós mesmos. Também já tive meus momentos de fundo do poço total, mas atualmente aprendi a ser feliz.

    Bjinhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s